Cotidiano

Com medo de fuga, juiz tira passaporte de Padre Leandro e ele se torna réu

0
Foto: Reprodução/Facebook
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Natal

A Justiça de Araras aceitou nesta quarta-feria(11), o pedido do Ministério Público e tornou o padre Pedro Leandro Ricardo reú das denúncias de abuso sexual de menores.

Leandro é acusado de abusar de crianças e adolescentes que frequentavam a Paróquia de São Francisco de Assis, em Araras entre 2002 e 2006. Ele também é investigado em Limeira e em Americana, cidade em que era reitor da Basílica de Santo Antônio de Pádua.

O Juiz Dra. Rafael Pavan de Moraes Filgueira não optou pela prisão e determinou que por medidas de segurança o réu compareça a todos os atos do processo, que ele não mantenha contato com as vítimas, seus familiares e testemunhas arroladas. Ele também determinou a entrega do passaporte do padre.

Caso descumpra as determinações, Pedro Leandro será preso preventivamente. A Polícia Federal foi oficiada sobre a decisão para que não permita a emissão de novo passaporte em nome do réu.


Americana confirma 15 casos de meningite

Notícia Anterior

CCR AutoBAn repassa quase de R$ 4 milhões a Americana

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano