Cotidiano

Governo confisca 500 mil máscaras de empresa de Sumaré

0
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
FAM 2023

Representantes do Governo do Estado de São Paulo estiveram nesta sexta-feira (27) na unidade fabril da 3M, na cidade de Sumaré (região de Campinas), para solicitar que a empresa contribua nas medidas de enfrentamento ao coronavírus.

O pedido consiste na liberação pela 3M de cerca de 500 mil máscaras, que serão usadas por profissionais da rede estadual da Saúde. A ação foi organizada pelas Secretarias de Estado da Saúde e de Governo e teve o apoio da Polícia Civil na entrega do ofício de requisição à diretoria da empresa.

canal whats

Trata-se de uma medida administrativa de caráter excepcional, que resulta na aplicação da força da lei para o uso de bens ou serviços particulares pela Administração, para, em situações de urgência, atender necessidades coletivas e superar iminente perigo público, assegurada indenização posterior, se houver dano.

Além da previsão contida no artigo 5º, inciso XXV, da Constituição Federal, a Lei federal nº 13.979/2020 (artigo 3º, inciso VII, e §7º, inciso III) autoriza, de forma expressa, que os gestores locais de saúde adotem a requisição como uma das medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus.



Governo de São Paulo inaugura hospital de campanha na capital

Notícia Anterior

Prefeito de cidade do Piauí morre com coronavírus

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano