Cotidiano

Homem que queimou cão vivo é multado em R$ 14.591,50

0
Foto: Divulgação/Alpa
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Semana do consumidor

A Prefeitura de Limeira, por meio Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal (DPBEA), emitiu hoje (21) notificação de multa para o responsável pela agressão e maus-tratos ao cão de raça pitbull que teve o corpo ateado fogo.

Com base nas leis 9.605/98 e 650/2012, a autuação foi afixada em 550 Ufesps, o que representa R$ 14.591,50. O prazo para o pagamento ou para apresentação de defesa é de 20 dias.

O DPBEA, da Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, cooperou com as investigações policiais. O cão havia sido levado para atendimento veterinário de emergência pela Associação Limeirense de Proteção aos Animais (Alpa) e morreu após 48 horas da internação. De acordo com o laudo, o cão apresentava sinais de queimadura por todo o corpo, principalmente na região da cabeça e da face. Além disso, o exame físico identificou que ele estava com sinais claros de muita dor.

De acordo com a prefeitura de Limeira, a animal apresentava também grave lesão renal, além de mutilação anterior nas orelhas, que haviam sido cortadas.


Workshop de noivas e debutantes vai reunir mais de 30 fornecedores em Americana

Notícia Anterior

Bolsonaro diz que vai ouvir Guedes sobre criação de novo imposto

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano