Cotidiano

Justiça manda vereador bolsonarista de SBO apagar vídeo contra vereadora do PT de Americana

0
Foto: Reprodução
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 

A Justiça de Americana mandou o vereador bolsonarista de Santa Bárbara d’Oeste, Felipé Corá, retirar um vídeo das redes sociais em que sugere que a vereadora de Americana Professora Juliana(PT), “lave a boca com ácido sulfúrico”.

A decisão do Juiz Fábio Fabio D’urso foi publicada pelo Tribunal de Justiça nesta terça-feira(3) e estabelece o prazo de 24 hora para a remoção do vídeo.

Na gravação, Corá diz que Juliana é “uma fanfarrona” e que “defende bandidos”. O vereador também afirma que ela defende o aborto e que é a favor da  ideologia de gênero.

O vídeo foi publicado usando como base um discurso que a petista, durante a sessão da Câmara de Americana,  critica o governo do presidente Jair Bolsonaro.

“É fundamental que haja uma punição exemplar para evitar que casos de violência como esse continuem ocorrendo na nossa sociedade. Nosso objetivo com a indenização é reverter o valor para entidades que trabalhem com mulheres vítimas de violência”, disse a vereadora.

Além da ação judicial, a vereadora também se reuniu com a Mesa Diretora da Câmara – o presidente Thiago Martins (PV), a 1ª secretária Nathália Camargo (Avante) e o 1º secretário Thiago Brochi (PSDB) – para solicitar apoio em relação aos ataques e pedir um posicionamento público da Câmara, o que não ocorreu até esta terça-feira (3).
A vereadora também irá comunicar oficialmente o presidente da Câmara de Santa Bárbara d’Oeste, vereador Joel Cardoso (PV), relatando o caso e solicitando que a Comissão de Ética seja informada do fato, analise as declarações do parlamentar e o responsabilize pela conduta violenta.
“A Comissão de Ética da Câmara barbarense também precisa apurar o caso e aplicar as medidas cabíveis em relação a esse ataque”, disse Juliana.

Foto: Divulgação


Americana antecipa vacinação contra covid-19 para pessoas com 23 anos

Notícia Anterior

Americana registra mais quatro óbitos por Covid-19

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano