Cotidiano

Sem espaço nem para carros, Juninho quer ciclovia na Avenida Brasil

0
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Semana do consumidor

O vereador de Americana Juninho Dias(MDB) registrou na última semana um pedido à Prefeitura para que estude uma forma de implementar na Avenida Brasil,  principal avenida da cidade,  um conjunto de ciclofaixas.

O próprio vereador reconhece a dificuldade de instalar uma faixa exclusiva para ciclistas. Em abril, o mesmo vereador protocolou junto ao Departamento de Estrada e Rodagem – DER, um pedido para instalação de ciclovia na Rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), conhecida como “Rodovia da Morte”.

A avenida em questão, é estreita e possui grande fluxo de veículos. Em um trecho dela, uma faixa exclusiva para conversão livre de veículos que foi instalada recentemente não funcionou. No local, existe apenas duas faixas de rolamento e não há espaço para estacionamento, sendo assim, os veículos que trafegam pela avenida precisam parar no semáforo que fica no local onde é permitida a conversão livre. 

“Esse é um tema complexo, temos os hospitais, onde devemos pensar em formas de não atrapalhar os pacientes, Hoje temos a questão da proximidade dos hospitais, onde devemos ter cuidado para não atrapalhar os pacientes e também em não colocar em risco os ciclistas que carecem de espaços adequados em nossa cidade, geograficamente ruim para a prática de ciclismo”, afirma o vereador.

Como exemplo, vereador cita a cidade de Florianópolis, um município turístico com o dobro da população de Americana. Segundo ele o município investe 20% do valor das multas no sistema cicloviário.


Com 13 assinaturas, projeto que proíbe ‘lixão regional’ voltará a pauta

Notícia Anterior

Restos mortais encontrados em buscas são levados para Brasília

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano