Cotidiano

HM reduz leitos de UTI-Covid devido à baixa ocupação

0
Foto: Will Moreira/PA
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 

O Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi (HM) informou que por conta da baixa taxa de ocupação das últimas semanas, a partir da próxima sexta-feira (20) irá reduzir de 30 para 20 os leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) destinados à Covid-19. Já os leitos de enfermaria continuam com a mesma oferta, sendo 35 no total. Nesta terça-feira (17), dos 30 leitos existentes, apenas nove estavam sendo utilizados. Uma taxa de ocupação de 30%.

A decisão foi tomada após avaliações da equipe técnica em relação às últimas taxas de ocupação dos leitos de UTI, com a diminuição das internações, em grande parte proporcionada pelo avanço da vacinação no município. Além dos 20 leitos de UTI e 35 de enfermaria, o HM também irá manter dois médicos exclusivos para atuarem no atendimento à Covid-19.

“Trata-se de uma realocação estratégica dos leitos, até porque há uma necessidade para outras doenças e agravos, mas é claro que em caso de recrudescimento da pandemia o Hospital terá que reativar esses leitos novamente. Com o ritmo da vacinação e a queda nas internações em relação ao mês de julho, nós esperamos e torcemos para que isso não seja mais preciso”, declarou o superintendente da Fusame (Fundação de Saúde de Americana), Edson Eduardo Pramparo.

De acordo com o secretário de Saúde, Danilo Carvalho Oliveira, a redução não significa que o município esteja baixando a guarda, mas apenas adequando os leitos conforme as necessidades de momento. “As equipes técnicas avaliaram por mais de sete semanas e sempre com ocupação abaixo dos cinquenta por cento” disse o secretário. “É claro que, num primeiro sinal de alerta, o processo terá que ser revisto e uma nova adequação será feita”, ponderou Danilo.

A tendência de queda também se reflete nos hospitais particulares da cidade. O Hospital São Lucas está com 80% de ocupação, mas em contrapartida não havia nenhum paciente em leitos de enfermaria na segunda-feira (16), fato que se repetiu nesta terça-feira (17). O Hospital São Francisco está com 30% de ocupação e o da Unimed, com 44,45%.

A taxa geral de ocupação de leitos para Covid-19 no município é de 41,18% de leitos de UTI (68 leitos com 28 ocupados) e de 23,69% de leitos de enfermaria (76 leitos com 18 ocupados).

Desde o início da pandemia os hospitais vêm remanejando os leitos conforme a demanda existente para os casos de Covid-19 e à assistência para os usuários, de acordo com a necessidade, seja na urgência e emergência ou mesmo na rotina das alas de internações, além dos leitos necessários para a assistência de casos graves que exigem leitos de UTI.


STF determina que governo federal envie vacinas para SP

Notícia Anterior

Americana começa vacinar adolescentes de 12 anos com comorbidades nesta quarta-feira

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano