Cotidiano

Idosa é a 7ª morta pela dengue em Americana neste ano

0
Foto: Pixabay
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Semana do consumidor

A Vigilância Epidemiológica de Americana informou, nesta quarta-feira (1/6), que recebeu a confirmação de um óbito causado pela dengue, sendo o 7º caso registrado este ano no município. Trata-se de uma mulher de 65 anos, moradora do bairro Vila Bertini.

Ela havia sido internada no dia 4 de maio em hospital particular da cidade, com quadro de febre, dores musculares, dor de cabeça, vômito e dores articulares. No dia 12 de maio a paciente veio a óbito.

A moradora tinha comorbidades, dentre elas, hipertensão arterial, diabetes e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Segundo o laudo do Instituto Adolfo Lutz, a causa do óbito foi em decorrência do sorotipo 1 da dengue.

A Vigilância Epidemiológica informou que ainda aguarda o resultado de exame de outro óbito suspeito.

De acordo com o último boletim epidemiológico, desde o início do ano o município registrou 4.795 casos suspeitos de dengue, dos quais 3.282 foram confirmados (positivos), 1.359 foram descartados (negativos) e 154 ainda aguardam resultado de exame.

Os dez bairros com maior incidência de casos são: Antônio Zanaga (274), Cidade Jardim (158), Parque Novo Mundo (98), São Jerônimo (90), São Manoel (87), Jardim da Paz (81), Jaguari (79), Cariobinha (72), Parque das Nações (70), Parque da Liberdade (69).


Ministério da Justiça proíbe crepes em formato de genitais no país

Notícia Anterior

Economia brasileira cresce 1% no 1º trimestre, diz IBGE

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano