Cotidiano

Vereadores criticam Netflix, mas não comentam caso Padre Leandro

0
Foto: Will Moreira/Claudecir Jr
------ CONTINUA APÓS PUBLICIDADE ------ 
Tivoli Natal

Ao menos dois vereadores usaram o momento de palavra livre nesta quinta-feira(19), durante a sessão da Câmara Municipal de Americana, para criticar o filme “A Primeira Tentação de Cristo”, lançado pelo Porta Dos Fundos na plataforma Netflix.

O especial conta a história de Cristo após conhecer o namorado durante os 40 dias que passou no deserto. Jesus Cristo e o namorado, Orlando, são vividos por Gregório Duvivier e Fábio Porchat, respectivamente.

O longa foi lançado na mesma semana em que o Padre Pedro Leandro Ricardo, reitor afastado da Basílica de Americana, foi denunciado pelo Ministério Público por crimes sexuais. Nenhum dos 19 vereadores tocou no assunto.

“O que esses caras fizeram com a imagem de Jesus Cristo é uma vergonha. Eu sou contra qualquer tipo de moção de repúdio, mas se for o caso farei uma moção de repúdio contra esses caras que estão fazendo esse vídeo”, disse Pedro Peol(PV) sobre o filme.

A fala foi endossada pelo suplente tucano Guilherme Mancini(PSDB). Peol afirmou ainda que já cancelou sua assinatura do canal.


Papai Noel com Síndrome de Down é estrela de comercial da Apae

Notícia Anterior

Odir chora e diz que vereadores sofrem

Próxima Notícia

Aproveite e leia também

Comentários

Não é permitido comentar nesta notícia.

Mais em Cotidiano